Márcio Fernandes sofre sua primeira derrota ao comando do Remo

Treinador chegou ao sétimo jogo ao comando do Leão

Por Carlos Augusto Matos

Chuva e gramado ruim. Esses foram os ingredientes relatados pela comissão técnica e jogadores azulinos que atrapalharam o desempenho da equipe na derrota de ontem, para o Independente, por 1 a 0, no primeiro jogo da decisão do Campeonato Paraense. Para reverter essa situação, a equipe comandada por Márcio Fernandes terá que vencer por dois gols de diferença e assim conquistar mais uma vez a ‘orelhuda’. Um gol de diferença leva a decisão para penalidades máximas.

A derrota não foi bom em todos os aspectos, porém, ao treinador Márcio Fernandes, ao seu aproveitamento pessoal foi ainda pior. Até então ainda não tinha sentido o gosto da derrota. Em seis jogos tinha conquistado duas vitórias e quatro empates. Para o treinador, apesar do resultado, o Leão tem chances de reverter o placar.

“O gramado atrapalhou muito. Mudamos no 2º tempo para explorar as bolas nos dois atacantes, mas aí a chuva parou e tivemos que desfazer as mudanças. Depois perdemos o Echeverría. Realmente foi um dia atípico, mas não tem nada decidido”, explicou o treinador.

O elenco do Clube do Remo se reapresenta na tarde desta segunda-feira, mais precisamente às 15h, no estádio do Baenão, onde a equipe inicia preparação para duelo que vai decidir campeão paraense de 2019.

Clube do Remo e Independente se enfrentam no domingo, dia 21, no estádio Mangueirão, em Belém, às 16h.

Foto: Samara Miranda/Ascom Remo

Deixe seu comentário aqui