Paysandu contou com 'espião' em jogo Castanhal e São Raimundo

Japiim é o adversário do Papão no próximo domingo

Bruno Oliveira retorna ao time após se recuperar de lesão
Foto: Fernando Torres

Carlos Augusto Matos
@CarlosMat0s

Depois de passar um pouco mais de duas semanas de folga, o Paysandu faz os últimos ajustes para o duelo de domingo, contra o Castanhal. Este duelo que vive uma incógnita, já que o Ministério Público do Pará interviu o duelo no estádio Maximino Porpino, em Castanhal, por ter capacidade de apenas 4 mil torcedores, sendo que a capacidade que um estádio deve ter em jogos com Remo ou Paysandu é de 5 mil torcedores. Com isso jogo pode passar para Belém. 

Mesmo sem saber onde vai jogar, o Paysandu enviou um espião para acompanhar o duelo entre Castanhal e São Raimundo, que ocorreu na noite da última terça-feira. O observador fez todas as anotações e passou para o treinador passou para o treinador João Brigatti, informando as qualidades e deficiências da equipe. 

Remo e Paysandu podem criar time b para disputar a Segundinha em 2019

Por outro lado, o técnico João Brigatti ganha o retorno do lateral Bruno Oliveira, que está recuperado de lesão e deve atuar contra o Japiim, já que o único lateral-direito no elenco. 

Castanhal e Paysandu se enfrentam no domingo, dia 10, ainda com estádio a ser definido, às 16h (horário de Belém), fechando a terceira rodada da competição. 
Compartilhe no Google Plus

O Futebolista

    Comente
    Comente no Facebook

0 comentários :