Paysandu confirma acerto com diretor e gerente de futebol

Trata-se de Felipe Albuquerque e Éder Delarice, ambos estavam no Vila Nova

Em 2017, Felipe Albuquerque conheceu a estrutura do Paysandu e ficou encantado
Imagem: Divulgação

OFutebolista.net*


Dando prosseguimento em seu planejamento para a próxima temporada, onde o novo presidente, Ricardo Gluck Paul, terá como missão a reconstrução do futebol profissional após o rebaixamento para a Série C. Assim o clube anuncia os primeiros reforços, mas para fora de campo. Trata-se de Felipe Albuquerque, o novo diretor de futebol  e para o cargo de gerente de futebol, Éder Delarice. Ambos estavam no Vila Nova-GO. 

Felipe Albuquerque, de 32 anos, é goiano, possui graduação em Processos Gerencias, além de cursos de Gestão de Futebol (CBF Academy), Gestão Esportiva (Portal Educação), Congresso Internacional de Prevenção, Reablitação e Rendimento Esportivo, Gestão no Futebol com Ênfase em Marketing, Capacidade em Análise de Desempenho e Gestão Técnica no Futebol, os últimos três da Universidade do Futebol.

"Ontem mesmo já falamos sobre montagem de elenco, reapresentação. Eu estou confiante na possibilidade de fazer um grande trabalho. É um projeto de longo prazo, para desenvolvermos um grande trabalho no Paysandu. Muitas vezes tem se a ideia de que o nosso trabalho fica restrito às contratações, mas é muito mais do que isso. Esse trabalho de gestão do departamento de futebol vem para a implementação de processos, uma melhor comunicação interna, uma gestão eficiente, otimização de recursos, existem inúmeras competências que nós queremos melhorar o que já foi feito aí", disse o dirigente. 


Éder Delarice está otimista com projeto para reerguer o Paysandu
Imagem: Divulgação

Já Éder Delarice tem 40 anos, natural de Sertãozinho, interior paulista. O diretor de futebol do Papão é graduado em Educação Física, já foi jogador, auxiliar-técnico e desde 2013 exerce a função de gerente de futebol. 

"Levar o Paysandu novamente para a Série B e depois possivelmente à Série A. Isso nos motiva bastante. Sabemos que o clube é estruturado, organizado, que tem os suas obrigações todos em dia, vimos essa grande porta que se abriu como um fator primordial para a gente dar não só altos voos na carreira, como também aprender bastante e todos juntos devolvermos o Paysandu primeiramente à Série B e daqui a pouco quem sabe sonhar com uma Série A", disse o dirigente. 


A dupla desembarca em Belém nos próximos dias para iniciar os trabalhos na reformulação do elenco para a próxima temporada. 

*Com informações da Assessoria de Comunicação do Paysandu
Compartilhe no Google Plus

O Futebolista

    Comente
    Comente no Facebook

0 comentários :