Paysandu tem sete rodadas para fugir do rebaixamento

Clube vem passando por turbulência em sua administração

Elenco bicolor volta aos trabalhos visando duelo contra o Fortaleza
Foto: Jorge Luiz/Ascom Paysandu

Carlos Augusto Matos
@CarlosMat0s

Através de nota em seu site oficial, a diretoria do Paysandu confirmou que foi desfeita a comissão que comandava o futebol profissional. Tudo ocorreu devido a uma discussão entre o vice-presidente Ricardo Gluck Paul e o diretor Ulisses Sereni. Essa discussão respingou até no técnico João Brigatti, que pensou em deixar a equipe, mas permanece no comando do Lobo. Agora o presidente Tony Couceiro comandará o futebol do Papão.

Isso tudo se deve ao momento que o Paysandu vem passando dentro de campo, onde é o 18ª com 32 pontos, mesma pontuação do Sampaio Corrêa, primeiro fora do Z4. O Papão vem de cinco jogos sem saber o que é vencer na competição. E para fugir da degola, o Lobo tem sete rodadas, sendo três jogos em casa e quatro fora. 

Os jogadores ganharam folga neste fim de semana e retornam aos trabalhos na manhã desta segunda, já visando o duelo contra o líder Fortaleza. Para esse jogo, o Papão não poder contar com o volante Nando Carandina, suspenso pelo terceiro amarelo. 

Dado Cavalcanti foi o treinador que teve melhor aproveitamento no Paysandu nesta Série B

Fortaleza e Paysandu se enfrentam no sábado, dia 20, na Arena Castelão, na capital cearense, às 19h, pela 32ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. 
Compartilhe no Google Plus

O Futebolista

    Comente
    Comente no Facebook

0 comentários :