Conmebol quer proibir presença de Cel Nunes em seu Conselho

Presidente da CBF, o paraense vem recebendo uma enxurrada de críticas

Foto: Ascom CBF

OFutebolista.net

O combinado era votar na América do Norte para sediar a Copa do Mundo de 2026, mas o presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), o paraense Antonio Carlos Nunes, acabou quebrando o acordo e votando no Marrocos. Essa atitude não foi visto com bons olhos pela Conmebol, entidade que manda no futebol Sul-Americano. 

Mesmo recebendo pedidos de desculpas de outros dirigentes da CBF, a Conmebol não quer a presença do Coronel Nunes em seu Conselho, que conta com dez presidentes das associações nacionais de futebol da Conmebol. 

Marcado para agosto deste ano, na Bolívia, o Conselho da Conmebol está disposto a aceitar - assim como aconteceu com Marco Polo Del Nero que não saía do Brasil - um outro representante brasileiro, que no caso pode ser o diretor-executivo Rogério Caboclo. 
Compartilhe no Google Plus

O Futebolista

    Comente
    Comente no Facebook

0 comentários :