Para Givanildo, empate com o Santa Cruz foi injusto

Leão não saiu do zero com a Cobra coral no Mangueirão

Givanildo afirma que o time criou diversas chances de gol
Foto: Samara Miranda/Ascom Remo

O Futebolista


Precisando da vitória, o Clube do Remo não saiu do empate sem gols com o Santa Cruz. Resultado que não agradou a torcida por se tratar de um jogo em casa, no qual o Leão dominou, mas não conseguiu converter esse domínio em gols. Com essa visão do jogo, o técnico Givanildo Oliveira afirma que o empate foi injusto. 


"Só no primeiro tempo nós criamos umas quatro ou cinco chances claras de gol. Tivemos posse de bola, mas faltou o gol na verdade, que é o que faz ganhar o jogo", disse o treinador. 


Com o resultado, o Clube do Remo estacionou na 7ª colocação, com quatro pontos, dois a mais que o Salgueiro, primeiro na zona de rebaixamento e que ainda joga na rodada. 


Clube do Remo empata com o Santa Cruz e sai vaiado do Mangueirão

Clube do Remo entra em campo no próximo domingo, dia 13, onde visita do Botafogo-PB, no Estádio Almeidão, em João Pessoa, às 19h, pela 5ª rodada da terceirona. 
Compartilhe no Google Plus

O Futebolista

    Comente
    Comente no Facebook

0 comentários :