Presidente do Paysandu critica Walter: "Faltou profissionalismo"

Paysandu apresentou mais dois jogadores para sequência da Série B

Atacante marcou apenas três gols com a camisa bicolor
Foto: Fernando Torres/Ascom Paysandu

Por O Futebolista

Na tarde de ontem a diretoria do Paysandu concedeu uma entrevista coletiva onde diversos assuntos foram abordados, dentre eles, a saída do atacante Walter. O atleta que chegou badalado como a grande esperança de gols para a temporada, não durou nem três meses com a camisa bicolor. O presidente Tony Couceiro criticou a atitude do jogador. 

"Não sei se dentro de campo o Walter chegou a decepcionar. Agora, pra mim, o comportamento dele fora de campo foi, no mínimo, decepcionante. Acho que faltou profissionalismo por parte dele ao tratar da proposta do CSA com o nosso time envolvido em jogos decisivos. Até fizemos questão que o Walter fosse para o CSA por sabermos que ele não nos daria o retorno que a gente esperava", disse o presidente. 

Contra o Londrina, Paysandu vai defender invencibilidade na Curuzu

A coletiva também serviu para a diretoria anunciar mais dois reforços. Trata-se do meia-atacante Thomaz, de 31 anos, cria das divisões de base do Corinthians. Já passou pelo futebol da Suíça e dos Estados Unidos. Em 2017 acertou com o São Paulo, clube que detém seus direitos econômicos. Jogador chega por empréstimo até o fim da temporada. 

Outro foi o atacante Claudinho, de 26 anos, cria das divisões de base do Botafogo-PB. Jogador pertence ao Ituano-SP e também chega por empréstimo. Na temporada disputou 13 jogos e marcou dois gols. O jogador já teve seu nome regularizado junto ao Boletim Informativo Diário e já pode estrear com a camisa Lobo. 
Compartilhe no Google Plus

O Futebolista

    Comente
    Comente no Facebook

0 comentários :