Blog do CAM: Paysandu tem início animador na Série B



Renatinho abriu o placar para o Papão diante do Brasil-RS
Foto: Fernando Torres/Ascom Paysandu

Por Carlos Augusto Matos
@CarlosMat0s

O Paysandu voltou a vencer na Série B do Campeonato Brasileiro. No último sábado bateu o Brasil-RS por 2 a 1, na Curuzu. O resultado deixou o Papão na 4ª colocação com nove pontos, com três a mais que o CSA em 5ª. Lobo segue com 100% de aproveitamento juntamente com Vila Nova, Figueirense e Fortaleza.

O resultado deixou o Paysandu com o ambiente ainda mais tranquilo para se preparar para o próximo desafio, dessa vez contra o Sampaio Corrêa, no Maranhão. O time comandado por Dado Cavalcanti, muito contestado após perder o título do Parazão para o seu maior rival, o Clube do Remo, assim como na temporada passada, surpreende neste início de competição, porém, a missão é ainda mais desafiadora, que é se manter no topo da tabela. 

Mais uma vez o jogo mostrou que o esquema adotado por Dado Cavalcanti, ao utilizar três zagueiros, está cada vez mais enraizando na postura do time dentro de campo, dando a equipe ainda mais segurança no setor defensivo. O time ainda demonstra problemas nas alas, principalmente pelo lado esquerdo, em Mateus Muller, já que o gol do Brasil-RS saiu em suas costas. 

O Lobo chegou a 5ª vitória seguida na temporada. São três pela Série B e dois pela Copa Verde. Última derrota bicolor foi há 22 dias, quando perdeu por 1 a 0 na decisão do Campeonato Paraense para o seu maior rival, o Clube do Remo. 


Nessa sequência, a defesa bicolor sofreu apenas dois gols. O Manaus, no jogo da volta da semifinal da Copa Verde e o Brasil-RS, foram as únicas equipes que conseguiram passar pelo sistema defensivo do Lobo. Mais especificamente na Série B, o Paysandu tem a melhor defesa da competição ao lado de Figueirense e Londrina, com apenas um gol sofrido. 

Por outro lado, marcou oito gols, sendo cinco só com o artilheiro do time, o atacante Cassiano, que chegou aos 16 tento na temporada. Dado comemorou atuação de sua equipe. 

"O jogo foi extremamente difícil, tanto pelo adversário, da forma como eles jogam. Time muito forte fisicamente e nas bolas aéreas e também no acumulo que a gente teve. Estamos no 3ª jogo seguido, mais uma rotina daquelas que passamos no estadual (três jogos em sete dias) e isso é óbvio que a perna pesa. Fisicamente o time foi um espetáculo, porque nós não diminuímos o ritmo principalmente os homens da frente que se desgastaram mais até porque eles têm uma dinâmica maior, mas o resultado em si foi fantástico", disse o treinador. 

O Paysandu entra em campo somente na sexta-feira, dia 4 de maio, quando enfrenta o Sampaio Corrêa, no Estádio Castelão, em São Luís, às 19h15, pela 4ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. 
Compartilhe no Google Plus

O Futebolista

    Comente
    Comente no Facebook

0 comentários :