Ney da Matta reconhece péssimo rendimento de sua equipe contra o Independente

Assim como em 2017, o  Leão voltou a ser derrotado por 2 a 0 em Tucuruí

Leão amarga sua primeira derrota comandando o Clube do Remo
Foto: Samara Miranda/Ascom Remo

Por O Futebolista

A euforia do jogo de estreia no Campeonato Paraense, em que o Clube do Remo venceu o Bragantino por 3 a 0, chegou ao fim e deu lugar para a preocupação. Tudo porque a equipe de Ney da Matta não conseguiu encaixar e acabou sendo derrotada pelo Independente no último sábado, dia 20. O treinador reconheceu péssimo rendimento de seu comandados.

"Hoje foi um dia que a gente não jogou bem, não podemos tirar os méritos do adversário, mas deixamos espaços demais. Foi uma vitória merecida do adversário, não tivemos em uma tarde feliz, não encaixou. Fizemos algumas mudanças para proteger mais o setor defensivo e não adiantou. Agora não tem que ficar lamentando, ficar frustrado, é preparar que terça-feira tem outra batalha dentro de casa e corrigir o que precisa", disse o treinador. 

Mesmo com a derrota o Clube do Remo segue na liderança do Grupo A2 com três pontos. Tudo porque o São Raimundo também perdeu na rodada. O goleiro Vinícius foi outro que reconheceu o péssimo rendimento da equipe. 


Independente bate o Remo e segue 100%

"Pagamos o preço! Jogamos muito abaixo do que poderíamos. Fomos muito aquém do que o público esperava. Além do mau jogo, ainda falhamos nos dois gols", disse o goleiro. 


Com a derrota, o Tabu permanece. Clube do Remo não vence o Independente, em Tucuruí, desde o Campeonato Paraense de 2012. Ou seja, já são seis jogos sem saber o que é triunfar na casa do adversário. 


O Clube do Remo vai buscar a reabilitação na terça-feira, contra o Águia, time que ainda não perdeu na competição somando uma vitória e um empate. O duelo será no Mangueirão, às 20h30 (horário de Belém), pela terceira rodada do Campeonato Paraense. 
Compartilhe no Google Plus

O Futebolista

    Comente
    Comente no Facebook

0 comentários :