Sinomar quer a Tuna líder do seu grupo e moral elevada nas quartas do Parazão

Liderança é o foco atual da Lusa na fase classificatória do Estadual

Dos anos em que disputou a Segundinha, a Tuna de Sinomar tem a melhor campanha - Foto: Pamela Brito/Ascom Tuna

Por O Futebolista

Diferente dos últimos anos na Segunda Divisão do Campeonato Paraense, a Tuna vem fazendo em 2017 uma campanha que há tempos o torcedor almejava: brigar de fato pelo acesso à elite do Estadual. Hoje na Segundona Paraense, a Lusa é vice-líder da chave A1 com sete pontos, mesma pontuação do líder Bragantino (só perde no saldo de gols: +6 a +5 Braga). A classificação à segunda fase depende apenas de si. E não é somente este objetivo que está traçado nesta primeira fase da competição. O técnico Sinomar Naves quer terminar a fase de grupos liderando a chave.

"Acabar como líder dá uma moral ao grupo. Fortalece para a sequência decisiva até a final do Campeonato. Para que isto ocorra, na última rodada, espero que a equipe aproveite melhor as oportunidades que vamos criar ao longo do jogo e manter o ritmo bom nos dois tempos para conseguirmos a vitória e sermos o primeiro da nossa chave", planeja Sinomar. 

Como o adversário também está quase classificado e um empate põe Tunantes e Bragantinos na fase seguinte, o duelo poderá ser uma espécie de “amistoso de luxo” para testar outros jogadores do elenco Cruz-Maltino.

“Tudo isso para dar ritmo de jogo para quem não está jogando. Precisamos de todos disponíveis à fase eliminatória (as quartas, semifinais e a final)”, disse.

Durante a semana, a diretoria alviverde agendou um amistoso dos suplentes contra o sub-20 do Paysandu para também dar ritmo de jogo a eles. Assim, a Tuna encara o Bragantino em casa, neste domingo, dia 12, no Estádio Francisco Vasques, às 9h30, pela 5ª e última rodada da fase de grupos da Série B do Paraense.

Correndo por fora

No outro jogo do grupo, Vênus e Sport Belém, ambos com quatro pontos, põe risco de eliminação a Tuna ou Bragantino, desde que um deles vença e haja derrotado no confronto entre Tunantes e Bragantinos. Essa matemática é favorecida caso aconteça bastante bola na rede. Antes de a bola rolar, a sequência está +6 Braga; +5 Lusa, +1 Belém e o Vênus zerado, respectivamente, os quatro primeiros da chave A1.  


A salvação pela classificação pode ocorrer caso o terceiro colocado deste grupo seja um dos melhores (são dois terceiros colocados) dentre todas as chaves. 


Compartilhe no Google Plus

Pallmer Barros

    Comente
    Comente no Facebook

0 comentários :