Além de jogadores, Remo quer revelar técnico na Copa São Paulo

João Nasser Simão Neto é o grande nome da comissão técnica azulina

Netão sonha em comandar o time profissional do Clube do Remo - Foto: Samara Miranda/Remo

Por O Futebolista

A Copa São Paulo de Futebol Júnior é sem dúvida a maior competição do país a revelar talentos ao nosso futebol brasileiro. Engana-se que são somente jogadores. O Clube do Remo vai além e pretende na edição de 2018 pôr na vitrine o técnico João Nasser Simão Neto.

Feito raiz no Leão, o jovem treinador da equipe juvenil azulina chega à Copinha com “bagagem” e esperança de fazer bonito representando o Estado do Pará. Nasser, ou melhor, Netão, de 38 anos, já comandou garotos remistas em todas as divisões da categoria de base. Do futsal onde começou a carreira aos 21 anos, em 2001, ele já fez um longo caminho até passar pelo futebol profissional do Remo nos últimos anos como analista de desempenho e auxiliar-técnico. E Nasser não quer parar por aqui.

“Como profissional espero concluir o meu objetivo que é ser técnico de um time no profissional. Já estou me preparando para a função desde 2001 no Remo (no futsal). Tenho capacidade para isso e sei que o clube confia no meu trabalho. Espero que possamos, no momento certo, concretizar. Tenho uma meta seja no Remo ou não; pretendo seguir carreira, mas o meu desejo é permanecer e ajudá-lo da melhor maneira possível”, planeja.

Ainda, o treinador conta com outras experiências ao longo da carreira. Elas foram traçadas no Sudeste do país: “Realizei alguns estágios, como no Santos e no Guarani. Procuro sempre ficar atento ao mercado que é a cada dia competitivo e rotativo”, contou.

Com todo este histórico, João Nasser planeja um bom aproveitamento dos paraenses no torneio nacional: “É claro que queremos chegar ao mais longe possível e fazer uma boa campanha. Demonstrar que temos capacidade de jogar contra qualquer equipe. Experiência não vai faltar”.

Pelo Pará, o seu trabalho já está sendo reconhecido e não somente da diretoria do Leão. De acordo com o técnico, três equipes fizeram o contato com ele, porém, Nasser recusou as propostas para comandar o Simbazinho na Copa São Paulo.

“Já recebi três propostas para comandar times no profissional. O mais recente foi para assumir uma equipe na Segunda Divisão do Pará, mas ainda não é a hora de sair do Remo. Venho construindo uma história no Remo e pretendo assumir o profissional do clube. É algo que faz parte do meu planejamento como profissional, reitero. Estou fazendo tudo da maneira certa: futsal; futebol; base e profissional. Acredito que a Copa São Paulo vai me ajudar bastante com esse objetivo”, concluiu. 
Compartilhe no Google Plus

Pallmer Barros

    Comente
    Comente no Facebook

0 comentários :