Revelação do Paysandu renova contrato com a Tombense-MG

Atacante fez espaço no clube mineiro e agora ficará por mais uma temporada e meia

Carlos Neto (ao centro) ainda quando defendia o Paysandu - Foto: Fernando Torres/Paysandu

Por O Futebolista

Para os paraenses, o atacante Neto é um desconhecido, mas aos mineiros da cidade de Tombos, o jogador é reconhecido, tanto que ele renovou contrato com a Tombense para a próxima temporada. Cria das categorias de base do Paysandu, o garoto de 21 anos ficará até março de 2019 no Gavião Carcará.

O centroavante chegou ao clube mineiro quase no fim do primeiro semestre de 2017, após a diretoria do Papão não renovar o seu contrato. Como é novo no mercado, o paraense sentiu um pouco a mudança de ambiente.  

“Eu confesso que por ter vindo da base do Paysandu não tenho esta expressão toda e por certo momento até eu mesmo achei que não ia jogar, por ter o Max (o titular da posição) na concorrência. Mas infelizmente ele se lesionou e a oportunidade apareceu. Graças a Deus, o Raul Cabral (técnico) optou por mim e pude fazer cinco partidas, marcando gol logo no meu primeiro jogo. Acho que fui bem neste ano; deixei boa impressão”, analisou Neto.

O atacante defendeu a camisa colorada na Série C do Brasileiro e logo na sua estreia, Neto marcou um gol, no empate por 2 a 2 frente ao Joinville, em casa, pela 5ª rodada. Após esta partida, ainda fez mais dois jogos como titular com um total de cinco compromissos em campo. Porém, como chegou com o elenco em andamento, ou seja, não participou da pré-temporada, o garoto paraense acabou não dando sequência com a camisa 9 do Tombense perdendo espaço entre os titulares; todavia, mesmo assim, a cúpula de Tombos viu qualidade nele.

“Creio que fazer a pré-temporada vai ser bom pra mim (em 2018), porque pegarei o trabalho desde o início (nesta ano). Em 2017, foi mais aprendizado, uma firmação pra eu pegar os trabalhos. Cheguei depois do Campeonato Mineiro, me adaptei, e agora vou começar com o grupo (a temporada 2018). A ideia é dar o meu melhor para esperar a oportunidade aparecer novamente ano que vem”, planeja.
Compartilhe no Google Plus

Pallmer Barros

    Comente
    Comente no Facebook

0 comentários :