"Agora, acordo só na justiça", critica Léo Rosa

Lateral aguardou uma negociação amigável, como não conseguiu e nem foi procurado, vai acionar a justiça contra o Remo

Léo Rosa foi titular em casa todos os jogos do Remo na temporada - Foto: Fábio Will/Remo

Por O Futebolista

Na última semana o presidente Manoel Ribeiro apresentou os novos diretores de futebol do Clube do Remo. Agora vai contar com Milton Campos, Miléo Júnior e Paulinho Araújo. Feito isso o trio foca as suas atenções para a contratação de um Executivo de Futebol e posteriormente acertar com um treinador, com isso montar o elenco. Porém, a 'nova diretoria' esqueceu de acertar com os jogadores plantel deste ano que têm salários atrasados. É o caso do lateral Léo Rosa, que promete acionar a justiça contra o Leão. 

"Não queria usar desse tipo de ferramenta, mas sou obrigado agir assim pelo descaso da diretoria com minha situação. Esperei a minha vez. Todo mundo estava sendo chamado. Como não fui lembrado, passei a procurar por eles (dirigentes do Remo) e nunca deram ouvido. Eu estava disposto a negociar com o clube. Agora, acordo só na justiça", disse Léo Rosa. 


Dos 37 jogos em que o Clube do Remo disputou nesta temporada, Léo Rosa esteve em campo em 28, somando Campeonato Paraense, as Copas do Brasil e Verde e mais a Série C do Campeonato Brasileiro. Foram 2.319 minutos vestindo o manto azul-marinho e marcou apenas um gol. 

Compartilhe no Google Plus

O Futebolista

    Comente
    Comente no Facebook

0 comentários :