"Precisamos sustentar nossas famílias", diz funcionário do Remo que não recebe salário há meses

Os salários dos funcionários estão em atraso há um bom tempo

Foto: Retirada do site oficial do Clube do Remo

Por O Futebolista

Uma fonte ligada ao O Futebolista e que está por dentro dos bastidores do Clube do Remo, desabafou com a situação degradante em que a agremiação vive financeiramente a cada ano que passa; a cada mês que passa; a cada dia que passa... Como todos sabem, o Leão está sem renda para finalizar a temporada 2017, já que foi eliminado da Série C do Campeonato Brasileiro ainda na fase de grupos.

Sem mais jogos a disputar, a conta bancária fica seca, pois não há renda com venda de ingressos, patrocinadores, entre outras formas de ganhar dinheiro; com isso, cresce as dívidas trabalhistas.


Porém, não são somente os jogadores que estão vivendo a realidade de salários atrasados. A diretoria azulina está devendo também aos funcionários do clube. O acumulo está variando de funcionário para funcionário. Com relação a jogadores, gira em torno de dois meses, segundo a fonte.

“A situação está complicada. Tem gente aqui (funcionários) que não recebe há quatro, cinco, sete meses... Não sei o valor total, mas são muitos os casos. Trabalho no clube porque gosto, sou torcedor desde quando criança. Atuo pelo amor a camisa, mas há uma hora que cansa. Precisamos sustentar as nossas famílias; temos contas a pagar. Isso é humilhante. Estamos trabalhando de graça para o Remo”, desabafa a fonte que não quis revelar a sua identidade para evitar represálias.
Compartilhe no Google Plus

Pallmer Barros

    Comente
    Comente no Facebook

0 comentários :