Para se desgarrar do Z4, Paysandu e Guarani duelam por vitória preciosa

Próximos do Z4, Papão e Guarani fazem o famoso jogo dos seis pontos para fugir do rebaixamento

Foto: Daniel Chiesa/Guaranipress

Por O Futebolista

Paysandu e Guarani duelam na noite desta terça-feira, dia 26, por mais três pontos na tabela de classificação da Série B do Campeonato Brasileiro, que podem fazer o vencedor se afastar mais um pouco do perigo da zona de rebaixamento. O jogo está programado para ocorrer às 21h30, no Estádio da Curuzu, em Belém, pela 26ª rodada.

Apesar da derrota na rodada anterior fora de casa por 2 a 1 diante do Goiás, os Bicolores vêm de um fator positivo quando o assunto é Curuzu: na última partida como mandante, venceu o ABC por 2 a 0. Uma vitória logo mais dará ao Papão um empurrão para longe da faixa vermelha do campeonato. Atualmente, são apenas dois pontos que separam o Lobo com 30 pontos do 17º colocado, o primeiro time dentro da zona de rebaixamento, que é o Figueirense com 28.

Caso perca esta noite, o Paysandu poderá até terminar a rodada no Z4, incluindo ainda, uma combinação de resultados com os que estão na zona de rebaixamento. Um triunfo pode elevar-se ao 12º.

Já o Bugre está um pouco à frente do adversário. Ocupa a 12ª posição com 33 pontos e se vencer pode subir até o nono lugar com 36 pontos, caso também ocorra uma combinação de resultados com os que estão acima. Perdendo o jogo, o próprio Papão o ultrapassa na tabela, já que ambos podem ficar com 33 pontos, porém, o time paraense levará vantagem no critério de desempate no saldo de gols: hoje está -3 Guarani e Paysandu 0. Além disto, o 13º CRB não pode vencer o Vila Nova, em Goiânia, se não, o Lobo só subiria uma posição e o Bugre desceria uma.

O Guarani não ganha há quatro rodadas com duas derrotas e dois empates. O último triunfo foi diante do Santa Cruz por 2 a 0, em casa, pela 21ª rodada. Jogando fora de Campinas, o Bugre não vence há sete jogos: quatro derrotas e três empates. O último trunfo aconteceu frente ao ABC-RN por 1 a 0, no Estádio Frasqueirão, em Natal, pela 11ª rodada, dia 1º de julho.

Como vêm as equipes ao jogo?

O técnico Marquinhos Santos não teve muito tempo para trabalhar a equipe à partida, pois a delegação alviceleste depois do embate contra o Goiás na rodada anterior, no sábado, chegou em Belém no domingo e somente contou com a segunda-feira de treino. Por conta do desgaste no campeonato, o comandante deixou escapar na entrevista pós-treino de segunda que deve fazer mudanças na equipe. Ele não confirmou a escalação.

Ao compromisso, o treinador tem dúvidas se poderá contar com alguns jogadores. O zagueiro Diego Ivo vem se recuperando de uma lesão na coxa direita. Ele não atuou no compromisso diante dos goianos e não treinou na segunda-feira. Da mesma forma, as outras preocupações são o volante Renato Augusto que está com o tornozelo esquerdo inchado e o zagueiro Douglas Mendes com dores no joelho esquerdo. Caso os defensores sejam vetados, Rafael Dumas é o nome forte para formar a dupla de zaga com Perema.

O trio vai ficar fazendo um trabalho intensivo de recuperação no departamento médico e horas antes do jogo serão reavaliados para saber se eles têm ou não condições de atuarem. Fora isso, Marquinhos poderá promover a estreia do atacante Caion, contratado na semana passada.

Do lado dos visitantes, o treinador Marcelo Cabo mudou metade do time. Do último jogo, são desfalques os laterais Lenon e Richarlyson, ambos suspensos pelo terceiro cartão amarelo; o zagueiro Léo Rigo, o volante Betinho e o atacante Gabriel Leite todos por opção técnica; além do meia Fumagalli fazendo intensivo para retomar a forma física.


Ficha Técnica:
Paysandu x Guarani

Local: Estádio da Curuzu.
Horário: Às 21h30.
Competição: 26ª Rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.
Arbitragem: Igor Junio Benevenuto apita a partida e terá os auxílios de Marcio Eustaquio Santiago e Celso Luiz da Silva; trio de Minas Gerais.


Escalações
Paysandu
Emerson; Ayrton, Perema, Rafael Dumas (Douglas Mendes ou Diego Ivo), Guilherme Santos; Renato Augusto (Augusto Recife), Nando Carandina, Rodrigo Andrade, Diogo Oliveira; Bergson e Marcão.
Técnico: Marquinhos Santos.

Guarani
Vagner; Kevin, Ewerton Páscoa, Diego Jussani, Salomão; Baraka, Evandro, Paulinho, Rafael Silva, Bruno Nazário; Eliandro.
Técnico: Marcelo Cabo. 


Compartilhe no Google Plus

Pallmer Barros

    Comente
    Comente no Facebook

0 comentários :