Josué Teixeira crítica postura de novo treinador do Clube do Remo

Ex afirma que faltou ética ao novo comandante 

Ex-treinador alega falta de ética do novo comandante - Foto: Ascom Remo

Por O Futebolista

Após empate contra o CSA no último sábado, a diretoria do Clube do Remo decidiu pela não permanência do técnico Josué Teixeira. No mesmo dia foi anunciada a contratação de um novo comandante; Oliveira Canindé. Para o ex-treinador, que ainda se encontra em Belém aguardando o pagamento de salários atrasados e não descarta acionar a justiça contra o clube, afirmou que Canindé não o avisou da negociação para o cargo. 

"O Oliveira é um bom profissional e fez bons trabalhos. Mas ele já estava sendo contratado antes mesmo de eu ser comunicado da minha saída. Ele não foi ético comigo! Os treinadores trocam informações e ele tem meu contato, mas não ligou. Poderia ter ligado para falar que estavam negociando com ele e tudo mais, mas não fez. Se tudo foi feito pelas minhas costas, então não precisam de mim", desabafou Josué. 


Josué Teixeira comandou o Remo em 24 jogos entre Paraense, Copas do Brasil e Verde e Série C. Foram 24 jogos, sendo 11 vitórias, oito empates e cinco derrotas. A equipe marcou 35 gols e sofreu 23.

Compartilhe no Google Plus

O Futebolista

    Comente
    Comente no Facebook

0 comentários :