Dos atuais semifinalistas da Copa Verde, Paysandu é o mais experiente

Com duas finais no currículo, Papão chega como favorito para conquistar a vaga na decisão da competição

Paysandu foi campeão da Copa Verde em 2016 - Foto: Fernando Torres/Paysandu

Por Pallmer Barros
@pallmerbarros

Dos quatro melhores que estão disputando as semifinais da Copa Verde, edição 2017, que começou neste último final de semana, o mais experiente da turma é o Paysandu; já conquistou o torneio na temporada 2016 e chegou a todas as semifinais desde o início da competição regional, além de duas finais no currículo (2014 e 2016).  

Assim como o Papão, o seu adversário na batalha por um lugar na grande final, o Santos-AP, também conta com participação em todas as quatro edições da Copa Verde, mas antes, nunca havia passado da 1ª fase, ou seja, esta presença na semifinal de 2017 é um feito histórico ao clube de Macapá. 

Da mesma forma que os santistas, os adversários no outro duelo da semi, entre Luverdense-MT e Rondoniense-RO, está entre as quatro melhores equipes da competição é excelente, principalmente ao time de Rondônia, que disputa pela primeira vez o torneio regional.
A equipe de Lucas do Rio Verde chega pela segunda oportunidade na semifinal da competição. Em 2015, o Verdão do Oeste foi eliminado diante do Cuiabá-MT, com derrota por 1 a 0 no jogo de ida, e na volta, empate em 0 a 0. Em 2016 teve a sua segunda participação na Copa Verde, mas não passou da 1ª fase. 

Dos embates, as semifinais da Copa Verde começaram neste último sábado, dia 15, com os dois jogos. Em Rio Branco-AC, na Arena da Floresta, o Rondoniense perdeu diante do Luverdense por 2 a 1, com mando de campo do time de Rondônia. Um pouco mais tarde, em São Luís-MA, no Estádio Castelão, o mandante Santos empatou com o Paysandu em 1 a 1.

Portanto, os jogos de volta acontecem neste meio de semana. Nesta terça-feira, dia 18, o Paysandu recebe o Santos no Estádio Mangueirão, às 20h30, em Belém. 

O time paraense joga por uma igualdade em 0 a 0 ou triunfo por qualquer placar para ir à decisão. Os visitantes se classificam com um empate em 2 a 2 para frente: 3 a 3, 4 a 4... Uma vitória, claro, leva os amapaenses à final. Um novo 1 a 1, o classificado sai das cobranças de pênaltis. 

Na outra semi, o Luverdense encara o Rondoniense dia 20, quinta-feira, no Estádio Passo das Emas, em Lucas do Rio Verde-MT, às 20h30. Os anfitriões jogam pelo empate. Ao time de Porto Velho só a vitória por dois gols de diferença é o bastante pela classificação. 

Agora, caso os donos da casa marquem tentos, um trunfo dos rondonienses por um gol de vantagem favorece, no entanto tem que ser a partir de 3 a 2, 4 a 3... Um novo 2 a 1, porém, ao Rondoniense, a disputa vai aos pênaltis.  
Compartilhe no Google Plus

Pallmer Barros

    Comente
    Comente no Facebook

0 comentários :